quarta-feira, 18 de março de 2015

Resenha: "Uma Visão de Fogo" - Gillian Anderson e Jeff Rovin

    A resenha de hoje é de um livro que eu estava esperando ansiosamente para ser lançado, e quando descobri que a Leya ia traduzir eu fiquei ainda mais animada (já o dolar não tá ajudando muito..) O principal motivo por eu querer tanto ler o livro é porque ele foi escrito em conjunto com Gillian Anderson, que, pra quem não está familiarizado com o nome, é a ruiva mais linda desse mundo que interpretou a Dana Scully em Arquivo-X, uma série dos anos 90 com temática extraterrestre que fez grande sucesso, e por isso a minha grande ansiedade em ler esse livro. Enfim, finalmente pude ler um livro que promete na sinopse uma mistura de acontecimentos sobrenaturais que desafiam a compreensão de uma renomada psicóloga infantil.
    Quando Caitlin O'Hara é chamada para cuidar da filha de um embaixador, ela não esperava que fosse lidar com algo tão estranho e instigante ao mesmo tempo. Mas além de ter que lidar com a garota, vários outros caso por todo o mundo com aparentemente as mesma características chegam ao conhecimento da doutora e a fazem querer mais do que curar a menina que lhe foi designada, mas também entender essa série de acontecimentos esquisitos e qual a relação deles com seu caso.




 
Título original: A Vision Of Fire
Autor: Gillian Anderson e Jeff Rovin
Editora: Leya - Selo Fantasy
Nº de págs: 304




Gillian Anderson é uma estreante no campo da literatura, já Jeff Rovin tem certa experiência não só como escritor, mas também como roteirista. Quando nos deparamos com livros escritos por duas pessoas e há esse contraste de experiências, geralmente é notável a diferença quando o escritor é alterado durante o livro, contudo, não foi isso o que eu encontrei em "Uma Visão de Fogo" e fiquei feliz por isso. Eu acabei gostando bastante da escrita num todo e a história nos intriga aos poucos, não ficamos instantâneamente interessados na história, tanto que no início ela não me pareceu promissora. Mas conforme fui caminhando nas páginas fui me envolvendo com os casos e com a protagonista, pois ela passa a se envolver também, aquilo que a principio era profissional passou a tomar conta de sua vida pessoal também, e isso tornou tudo um pouco mais interessante.



    Atualmente eu acompanho uma série na qual Gillian Anderson é a protagonista e eu consegui ver muito dessa personagem e da personagem de Arquivo-X dentro da narrativa de Uma Visão de Fogo: uma profissional que passa a se dedicar integralmente ao seu trabalho, tanto que isso passa a exercer uma grande influência na personalidade e na vida dela de uma forma que me atrai, assim como o transtorno bipolar que Carrie Mathison sofre em Homeland, devido ao seu trabalho na CIA e sua dedicação em resolver problemas a todo custo, mesmo que o preço seja sua sanidade. Enfim, acho que essas personagens femininas fortes e importantes em suas profissões sempre me causaram uma certa admiração, e isso foi o que mais me fez gostar do livro.
    O livro é o primeiro da Saga do Fim do Mundo e acho que posso esperar muita coisa boa ainda até que chegue ao fim, então, claro, estou super ansiosa para os outros dois livro! Espero que vocês leiam também, vale a pena. Beijos e até a próxima semana (ou antes, nunca se sabe) <3
Postar um comentário